Divórcio Amigável

- Solução Mais Rápida e Econômica Em Caso De Separação -

Infelizmente, alguns casamentos chegam ao fim. Isso não significa que a separação precisa ser uma fonte de sofrimento para o casal: A partir do momento em que o divórcio é realizado de maneira amigável, consensual, é possível dar agilidade e diminuir custos, bem como evitar brigas a respeito de bens e filhos. Mas é preciso cuidado, pois um divórcio amigável mal realizado pode trazer outros custos para o casal. Por isso, é imprescindível a contratação de um bom advogado.

Como Funciona?

CONVERSEM

O divórcio amigável nasce do acordo entre as partes, que devem decidir juntos sobre os bens e a guarda dos filhos

contato

Entre em contato conosco clicando no ícone do whatsapp, email ou ligação

Orientação

Um advogado especializado fará a análise do seu caso e orientará você sobre como funciona o processo

Solução

A partir daí, a missão é do seu advogado, que trabalhará no seu caso para que o divórcio ocorra da forma mais rápida e econômica possível

Atendimento 100% Online

Todo o processo pode ser realizado online, mas se preferir, podemos agendar uma reunião!

Especialização na Área

A LS Advogados tem profissionais altamente especializados nas áreas em que atuam

Comodidade e Rapidez

Como o atendimento é 100% online, Todos os documentos podem ser enviados por whatsapp, acelerando-se todo o procedimento.

Dúvidas Frequentes

O Divórcio Amigável é Realizado no Cartório ou na Justiça?

Depende! Se o casal tiver filhos menores de idade, o divórcio não poderá ser realizado no cartório, apenas na justiça. E é claro, para que seja realizado no cartório, deve sempre ser amigável.

O Divórcio Amigável Realizado no Cartório é Mais Barato Que o Realizado na Justiça?

Depende! A quantidade de bens a dividir no divórcio trará um custo diferente na justiça ou no cartório. O advogado observará qual é o meio mais barato e orientará o casal a respeito.

O Divórcio Amigável é Mais Rápido no Cartório ou Na Justiça?

Depende! Para começar, cada cidade tem varas mais ou menos rápidas, portanto, será necessário que o advogado especialista em divórcio amigável analise a cidade onde realizar-se-á o divórcio para poder dar uma estimativa de tempo ao casal. Na maioria dos casos o divórcio tende a ser mais rápido quando realizado em cartório do que na justiça.

Quanto Tempo Demora Um Processo de Divórcio Amigável?

O divórcio amigável realizado por advogado especialista na área tende a ser bastante rápido quando opta-se pela realização em cartório. Na justiça, é difícil prever quanto tempo durará o divórcio amigável porque vai depender da vara em que o divórcio será processado, bem como de outros fatores, como a intervenção do ministério público em caso de filhos menores.

É possível realizar um divórcio amigável no cartório em cerca de 15 a 30 dias, sendo que, em caso de urgência, é possível realizar o divórcio em prazo menor.

Já na justiça, o divórcio amigável costuma demorar pelo menos 30 dias. No entanto, tendo em vista que o resultado dependerá sempre do judiciário, não é possível afirmar um prazo com certeza.

Como É Realizada a Divisão de Bens no Divórcio Amigável?

O divórcio amigável aceita que os bens sejam divididos da maneira como o casal bem entender. No entanto, é preciso consultar o advogado especialista em divórcio amigável para realizar a divisão com consciência, pois se houver um desequilíbrio em função do regime de bens do casamento, é possível que ocorra tributação sobre parte do patrimônio dividido pelo casal, o que poderá gerar gastos elevados com a incidência do ITBI. O ideal é que o advogado e as partes procurem realizar a divisão de bens de maneira a respeitar a divisão trazida pelo regime de bens instituído no que se refere aos bens afetados por esta.

 

Assim, por exemplo, se o regime é de comunhão parcial de bens, é preciso procurar respeitar a divisão de 50% dos bens adquiridos durante a constância do casamento de maneira a evitar a incidência do ITBI. Em alguns casos será necessária uma análise bastante apurada do advogado de maneira a encontrar os valores que melhor correspondem aos bens (se venal ou de mercado, por exemplo) para que fique clara a divisão equânime e evite-se a tributação.

Entendemos que esse é, possivelmente, um dos pontos que mais exigem a especialização do advogado que realizará o divórcio amigável, pois um erro nesta organização dos bens poderá causar grande impacto financeiro após o divórcio.

©LS advogados - conteúdo protegido. Em caso de utilização das informações aqui encontradas, citar o endereço como referência.

Fones de Contato

(11) 979871247

(11) 974086238

São Paulo, São Bernardo do Campo, Santo André, São Caetano do Sul, Mauá e outras cidades no Brasil

Contato via Whatsap